A sociedade é cada vez mais acelerada e é normal que homens e mulheres iniciem a sua vida sexual mais cedo. O engraçado é que na história das relações humanos, sempre foi comum que homem e mulher tivessem uma iniciação sexual na adolescência, mas com o fácil acesso as informações e a presença maior de crenças religiosas, essa idade aumentou um pouquinho.

Muita gente acha que a primeira vez vai ser uma experiência maravilhosa, mas nem sempre é assim.  É normal sentir desconforto, vergonha, que a relação acabe rápido demais e que se sinta dor entre outras coisas. Veja algumas dicas para a primeira vez:

1 – Menos tensão e mais preliminares.

A melhor forma de começar a descobrir o seu corpo e o do seu parceiro ou parceira. Por isso usem a masturbação sem moderação :). Quando os dois estiverem relaxados a primeira vez vai ser muito melhor.

A dor pode ter algumas causas e a mais comum é a tensão desse momento. Quanto mais relaxada a mulher estiver, quanto mais tranquilidade o parceiro passar a ela, menor será a dor. Por isso é importante que a mulher deseje esse momento e o seu parceiro. Da mesma maneira que ela deve se sentir desejada e melhor ainda se estiver se sentindo amada.

A questão da dor também é proporcional às preliminares. Então, quando há muita estimulação sexual, intimidade e carícias, a vagina fica lubrificada e pronta para receber o pênis.

2 – Não se cobre

Ninguém é mestre em algo que está fazendo pela primeira vez. O sexo e a sexualidade são aprendizados contínuos.

É sempre bom lembrar que a penetração é um dos eventos da relação sexual e que para que seja prazerosa é importante aumentar a excitação através de beijos, carícias em todo o corpo, sexo oral, troca de elogios, palavras quentes. Por isso homem, vá com calma e sem afobação para realizar a penetração. Sinta o clima e não se preocupe se vai ser rápido.

3 – Olho no olho

Mantenha o olho no olho, mantenham-se ali, conectados na mesma sintonia. Gemidos são um sinal importante de que se está indo pelo caminho certo. Caso não esteja, não hesite em mostrar ou falar para o outro mudar a carícia e lembre-se: sexo gostoso é aprendizado. Aprenda com seu/sua próprio(a) parceiro(a) a decifrar suas áreas de prazer e curta esse momento.

Outra coisa importante é não ter medo de perguntar o que o parceiro está sentindo, se precisa de algum ajuste de posição ou se deseja parar.

4 – Não esqueça do preservativo

Ninguém quer ter uma desagradável surpresa com uma gravidez indesejada ou uma HPV, por isso, use preservativos. Se você tem dúvida de como usar, na internet tem um monte de tutorial. Aproveite as nossas dicas e boa sorte!

preservativo