Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, um em cada três homens está sujeito a sofrer com ejaculação precoce.

Além disso, minutos são o suficiente para causar o gozo antes da penetração em alguns casos. Porém, pode acontecer logo depois também causando frustração.

É diagnosticável e tratável. Além disso, existem diversos estágios e fatores biológicos e psicológicos podem estar envolvidos.

Alguns medicamentos podem ter esse efeito colateral, assim como podem ser causados por ansiedade, desbalanceamento de hormônios, inflamação da uretra ou próstata, fatores genéticos, entre outros.

Quebrando tabus

  • Ninguém está livre de sofrer de ejaculação precoce. Homens que nunca apresentaram esse problema podem desenvolver sintomas ou ter apenas com parceiras específicas.
  • Problemas psicológicos são comuns e podem desencadear problemas na parte sexual.
  • Não tratar a condição pode vir a influir na fertilidade do homem.
  • Ter o pênis com circuncisão não evita a ejaculação precoce.
  • Pode acontecer com jovens e os fatores de risco não são ligados a idade.
  • Muitos não procuram tratamento por vergonha.
  • Ejaculação precoce não está ligado diretamente com a disfunção erétil. Cada caso é um caso.
  • Ejaculação não significa orgasmo, ela pode vir antes, durante ou até depois do gozo.
  • Uma das maiores causas é a ansiedade.

A ejaculação precoce é um problema que precisa ser tratado por um urologista. Identificar o estágio e causas é importante para que o especialista possa encaminhar para um tratamento adequado.

Hipersensibilidade peniana

Já alguns homens relatam uma hipersensibilidade na cabeça do pênis e por isso não conseguem segurar tanto o gozo.

O gel retardante erótico pode ser ótimos nesses casos, já que cria um efeito anestesiador e consequentemente prolongador do prazer.

Busca pelo prazer

Ainda é recomendado para quem deseja experimentar sensações novas, já que alguns ativam a corrente sanguínea e diminuem a sensibilidade do pênis. Alguns tem efeito refrescante e criam sensações inusitadas.

Deve ser aplicado minutos antes da relação sexual com massagens e deve-se tomar cuidado, pois o gel não é comestível.

Exercícios

Além do tratamento médico adequado, se indicado ou uso de estimulantes retardantes na hora do sexo, existem alguns exercícios que podem melhorar o controle da ejaculação também e prevenir o acontecimento da precoce.

Entre eles, a contração da musculatura pélvica ou exercícios de Kegel. Desenvolver e treinar os músculos do assoalho pélvico, ajudará a ter um controle na ejaculação e no orgasmo, prolongando o prazer.

Psicoterapia sexual

Melhorar a saúde mental também é um fator importante. Cuidados básicos podem ser feitos em conjunto com o parceiro/a ou não.

Essas terapias podem ajudar a diminuir a ansiedade, identificar disfunções e até melhorar relacionamentos e o sexo.

Este artigo foi útil? Compartilhe e não esqueça de olhar a categoria de retardantes eróticos, acessórios, brinquedos, bolinhas de prazer e mais no shop da Litoral.